quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

Alfaces



É um clássico, umas folhas verdes que fazem sempre boa companhia, qualquer que seja o prato.
Sem estação própria, compram-se ao longo do ano em qualquer supermercado, do mais gourmet ao mais simples.
Comemos, portanto, quilos de alface, se contabilizada fosse no final do ano.
Sendo planta de pouquíssimas exigências, responde bem aos agricultores inexperientes, como é o meu caso.
Então, quando ao sábado, pela manhã, (re)visito a feira de Cerveira, fazendo um desvio, tomando um atalho , deixando para trás os gritos da "bela carteira Carolina Herrera" e "autênticas camisas Façonnable", chego à zona dos víveres, às bancas de pão e bolos, às dos queijos, presuntos e enchidos e, finalmente às das flores e plantas.
Tenho fornecedor fixo a quem sou fiel.
Ele, um rapazote de 16 ou 17 anos, na euforia do convívio com os espanhóis que, na feira são em maior número do que os portugueses,  na euforia, dizia, que lhe permite o tratamento por "tu", aplica-o, sem maldade e sem cerimónia , à minha digníssima pessoa, que nada faço para o dissuadir. Ao contrário, achando-lhe piada, incentivo-o no " tu cá, tu lá"
Somos, pois, íntimos e algo cúmplices.
Partimos para o negócio:

- Quero uma dúzia de pés de alface - informo.
-De que qualidade queres? (atenção à intimidade...)- interroga-me.
-Da melhor - respondo do alto da mais suprema ignorância.
- Vais levar 6 de cada qualidade - decide o entendido. E ainda te ofereço mais um pé - acrescenta, magnânimo.

Pago 1€ e retiro-me do salão.
Depois, é só fazer uma covinha na terra da floreira, enfiar a raiz da alfacezinha, regar e esperar que cresça e desabroche.

Assim, linda e viçosa.
Com  a Helena, (que além de talentosíssima na costura, possui e fornece dicas inestimáveis) aprendi que, lavar a folhagem, guardando-a no frio, hermeticamente fechada, facilita a preparação das refeições.
Assim fiz:

E cá está ela pronta para ser salada.

Sábado, reporei a reserva de alface. 13 por 1 €. Com direito a tratamento por tu e cumplicidade implícita.

Beijo
Nina












33 comentários:

  1. Olá Nina: adorei a tua ida à feira e as alfaces acabadinhas de apanhar. Lindas e viçosas.Maravilha.
    Bjn
    Márcia

    ResponderEliminar
  2. Querida amiga

    Quem busca
    na vida,
    o alimentar a vida,
    inspira essências...

    Que todos os dias
    os sonhos nasçam em ti,
    como nasce o sol pela manhã...

    ResponderEliminar
  3. Ola Nina
    Que saudade que tenho do meu jardim.É tão bom plantar e colher...Tu faz sucesso aonde passas,a feira deve ficar mas elegante com tua presença.Linda noite,bjkas

    ResponderEliminar
  4. Tenho que lhe confessar: Apenas como besteiras, saudades de uma saladinha.

    ResponderEliminar
  5. adoro alface, muito bonita a sua.

    http://anitamakingof.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  6. Very cool blog. Interesting posts. ;)
    Nice atmosphere guests with you here on the blog. ;]
    Yours. Have a nice day. !

    Follow me on facebook fanpage and blog
    I'm very concerned about this, please. :)
    https://www.facebook.com/pages/In-another-light/413836138693856

    ResponderEliminar
  7. Hola Nina:

    Pues te felicito por tu dedicación y los saludables productos que plantas.

    Ale
    Costa Rica

    ResponderEliminar
  8. Gosto muito, muito mesmo de alface. Desde pequena. Principalmente desta alface que chamamos de crespa. Um beijo, Paula

    ResponderEliminar
  9. Alfaces bem escolhidas e com o carinho de uma amizade...beijos praianos,chica

    ResponderEliminar
  10. Oh! Nina, tu és tão gira, querida amiga!
    Hoje é o dia das amigas: um beijo desta, virtual, mas fiel.
    Teresinha

    ResponderEliminar
  11. Oi Nina!
    Adoro alface.
    Troco uma ótima salada verdinha assim, por muita coisa.
    Já plantamos por aqui, e era um delícia ter a qualquer hora.
    Quem sabe volto a plantar...
    Mas no momento estou cuidando de uma cebolinha!
    Pela primeira vez em mais ou menos 2 anos nasce algo nos meus vasinho de tempero.
    E o pior...o coentro que já estava lá (nesse tempo todo) resolver nascer junto!!!
    Não entendi nada!!!
    rs
    E só isso tanta alface?
    Vou negociar no supermercado! rs
    bjs

    ResponderEliminar
  12. Olá Nina,tudo bem?
    Parece apetitosas suas folhas de alface!Hummm...
    Estou cultivando alguns pés de alface na minha pequena horta,depois eu mostrarei o crescimento,rs.
    Boa semana!!!
    Beijos Marie.

    ResponderEliminar
  13. Nina, já te falei que você tem o dedo verde?
    Não, pensando bem, acho que você é uma fada.
    No meu terraço minhas ervas estão quase nas últimas,não tem jeito, nem com as estufas finérrimas que fiz com garrafa descartável...rsrs...(tamanha finesse).
    Vou ver se esse ano, sai nossa viagem, de preferência no verão, aí vai estar fresquinho e aqui um forno...kkkk...
    Besitos

    ResponderEliminar
  14. ¡Hola Nina!

    Me gusta tu espacio en el se aprende a plantar de todo algo, la lechuga tiene muy buena pinta, esta como para comérsela.
    Pues buen provecho amiga.
    Gracias por compartir tu sabiduría.
    Te dejo mi abrazo de amistad y mi estima.
    Se muy feliz.

    ResponderEliminar
  15. Oi Nina... aqui em casa é sagrado, todo dia tem salada de alface... meu pequeno não come se não tiver esta salada, rsrsrsr... beijosss!!!

    ResponderEliminar
  16. Olá, gostei muito do texto, realmente há feirantes assim, adoro feiras ;-)
    Já de saladas, não sou grande fã, na verdade, alface é a única hortaliça que como, levei porrada, para comer as couves da sopa, mas não adiantou nada, só o cheiro, já me dá vómitos, infelizmente, quanto a legumes, a mesmíssima coisa, como cenoura, crua, e pouco mais.
    Mas no entanto, vou tendo de tudo no meu quintal, felizmente tenho um pequeno terreno ao lado da casa, onde o meu marido se entretém a plantar tudo o que pode, agora vão as cebolas, vou tendo um pouco de tudo, porque eu não gosto, mas ele adora lol.
    Linda a tua alface, bom proveito.
    Bom fim de semana, bjos doces

    ResponderEliminar
  17. Aqui,lavo, escorro depois guardo, intercalando folhas com papel-toalha.
    Assim elas não apodressem.

    ResponderEliminar
  18. Saborosa e decorativa!

    A das tuas fotos está uma tentação!

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  19. Nina, mais um instrumento a tocar? agricultora! já desconfiava!
    Também aprendo muito com você, todos os dias em seus lindos posts.
    Beijos

    ResponderEliminar
  20. que delicia ! depois da idéia maravilhosa dos rabanetes, você mostra a salada ! que delicia !
    parabéns

    ResponderEliminar
  21. E eu tenho outra dica para ti, não sei se conheces.
    Quando tens uma alface no frigorífico há já alguns dias e esta aparenta sinais de fadiga ;), para ela arrebitar e poderes fazer uma salada digna desse nome, colocas as folhas num recipiente em água quente e deixas uns minutos, depois da água quente passas por água bem fria et voilá, arrebitadas e prontas a comer ;)
    Eu no meu jardim não tenho alfaces, mas as favas já estão em flor, e acho que já por lá vi uma ervilhas a dar o ar de sua graça :), e os bolbos, esses já estão quase todos em flor ;)
    Vivement le Printemps! :)
    Um bom dia para ti Nina, apesar da chuva, beijinhos.

    ResponderEliminar
  22. que maravilha! Tens sempre alfaces frescas!

    ResponderEliminar
  23. Nina, grande agricultora! Eu nos meus vasos não vejo crescer nada, a não ser na minha horta, mas está muito longe.
    A alface está nas nossas refeições, quase que diáriamente.
    Quando não há outro legume á mão, é a alface que reina.
    As tuas estão tão lindas que quase se comiam diretamente dos vasos hehe.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  24. Have a beautiful weekend!
    Beijos
    Crissi

    ResponderEliminar
  25. Buena idea, Nina que ricas las lechugas:))
    Yo tengo un pequeño huerto, pero ahora está parado por el frio.En primavera sembranos y en verano tenemos ricos tomates, pimientos...
    Un beso.

    ResponderEliminar
  26. Nina que maravilla tener lechugas frescas. Acá siempre las lavo , las escurro y un rico aliño

    ResponderEliminar
  27. Nina,

    Eu gosto muito de ser bem servida!!

    Esse rapaz é muito simpático e tem o dom do comércio, cativante!!

    Alfaces, alfaces, adoro, adoro!!

    Aqui em casa, não faltam!!

    beijinhos,

    Lígia e turminha:))

    ResponderEliminar
  28. Oi, Nina
    Achei hilária a história!
    Quanto à alface, amo! Gosto especialmente de dois tipos: manteiga e americana. A manteiga tem as folhas mais espessas, tenras e macias; a americana tem as folhas em formato bem côncavo e muito crocantes. Adoro temperar com azeite de oliva, limão e uma pitadinha de sal.
    Já cultivamos aqui na horta e está na hora de refazer o plantio, pois é muito gostoso preparar uma salada com ingredientes cultivados em casa, não é mesmo?
    Um ótimo fim de semana para ti!
    Beijo
    Ju

    ResponderEliminar