sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

Uma teórica ...

... é o que eu sou.
O que me salva é ter consciência das minhas limitações, que há quem as não tenha.
Eu não! Eu sei assumidamente que sou uma teórica, uma teórica entusiasmada e destemida, quase inimputável nos picos de entusiasmo.
Não sei dizer se é qualidade, esta ânsia de experimentar coisas, de destemidamente me lançar em experiências,  sendo, verdadeiramente, o mais perfeito(a) e acabado(a), homem dos sete instrumentos.
Em meu desfavor tenho ouvido e engolido que, quem tantos instrumentos arranha, nenhum domina com mestria.
Crítica pertinente, receio.
Mas, nada a fazer!
Embarco assim, esfuziante de entusiasmo, nos desafios.
Já fui oleira, enterrada em argila até aos cotovelos, sarapintada de barro até às sobrancelhas, guiada pela Amélia, mestra na arte; frequentei cursos de culinária brasileira com a querida, a queridíssima Chefe Inês; durante anos, pintei a óleo, momentos mágicos em que descobria o traço, na combinação exacta de pigmentos, guiada pela Marília, minha amiga querida; sôfrega, seguia os movimentos precisos da professora Regina que me iniciou nos bordados; sozinha, lancei-me no mundo delicioso do tricô e do crochê ... para não referir outras experiências.
Gosto de aprender, não resisto ao chamamento de um desafio.
Vai daí que, me vi, a costurar a sério.
Com a Mira, a minha Mira, tão doce, tão de bem com a vida , tão genial na arte que domina como ninguém.
Sou uma mulher de sorte!
Encontro as pessoas certas prontas a abrir-me as portas de tantos mundos diferentes.

Portanto, a costura anima-me!
Enche-me, preenche-me!
Dizem que vicia ... se calhar é isso.

Hoje, dia de compras, de reabastecimento:

Tecidos, montes, resmas de tecidos, de todas as cores, todos os estampados, todas as texturas.
Todos ridiculamente baratos se comparados com o preço do pronto a vestir.
A custo, moderei-me.


Papel vegetal, químico e uma base de corte, que me informaram ser imprescindível.
Logo descobrirei para quê, mas, humilde não me atrevi a questionar a vendedora


E os tecidos.
Ei-los, em toda a sua glória.
Serão casaco e calças que o modelo está escolhido e, na minha cabeça, perfeitamente definido.
Agora é começar a trabalhar e deliciar-me!

Beijo
Nina

32 comentários:

  1. Depois quero ver os resultados :)

    Bom fim de semana!

    beijinhos :)

    ResponderEliminar
  2. Nina querida
    Como é delicioso estes desvaneios em busca do novo.
    Lindos os tons dos tecidos amiga,linda combinação de texturas.
    Torço que suas feituras tenha muito sucesso,linda noite,bjkas

    ResponderEliminar
  3. Daqui dos Açores enviei um comentário sobre as tuas lindas flores, mas com isto da net pela pen... se calhar falhei!
    Que bem que tocas todos esses instrumentos. Nunca desistas de nenhum!
    Anseio pelo resultado final deste desafio.
    Por mim já não costuro, só pecinhas simples, ultimamente nem isso. Fico com muitas dores nas costas!
    Lindas as tuas orquídeas... as minhas flores prediletas.
    Bj da
    Teresinha

    ResponderEliminar
  4. Dá prazer ver tanto entusiasmo, a sério que dá :)
    Eu gostava de saber fazer Kimonos, leves, coloridos e preciosos, isso é que eu gostava de fazer ;)

    ResponderEliminar
  5. Olá, deliciei-me, como sempre, com este texto, eu acho que quem se dedica com amor a uma coisa de cada vez, consegue ter mestria naquilo a que se propuser, e é isso que fazes, por isso tenho a certeza que vão sair desse tecido peças maravilhosas. Bom fim de semana, bjos doces

    ResponderEliminar
  6. Nina,
    cá estou de volta...parece que agora a minha Net está mais rápida...parece!!!!
    Sobre você ser uma teórica, quem de nós não o é???umas mais do que as outras, mas a beleza da vida está em aprender, aprender muito....agora é coma costura....os tecidos são lindos...e espero vê-los prontos...se eu tivesse uma Mira cá por perto também me embrenhava nessa salutar peripécia de saber fazer uma roupa a contento...

    beijos de MF

    PS- agora vou ver os outros posts......

    ResponderEliminar
  7. OLá Nina.
    Que lindos tecidos. Vai ficar um trabalho lindo.
    Beijinhos grandes.

    ResponderEliminar
  8. Oi Nina!
    Tricô e crochê sozinha...
    O que esperar das costuras!!!! :)
    bjs,
    Ótimo finde e costuras!

    ResponderEliminar
  9. Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

    ResponderEliminar
  10. Teórica "tocadora de sete instrumentos", mas prática no bom gosto pelas coisas da vida - nessa matéria, será que não se encaixa bem no papel de professora?

    Aliás, tem carnaval por aí? Se tem, bom descanso, boa brincadeira! Beijos!

    ResponderEliminar
  11. Oi, Nina
    Eu disse que era sedutor... Está vendo?
    Amiga, a base de corte serve para garantir precisão no corte de tecidos: quadrados, retângulos, tiras, etc... Tudo fica perfeitinho.
    Logo, logo irá comprar o cortador circular, aposto!!
    Gostei dos tecidos e fiquei curiosa para vê-los transformados em belas peças.
    Também gosto de aprender coisas novas, mesmo que não dê sequência depois. Mas fica o conhecimento, único patrimônio que ninguém é capaz de nos tirar.
    Beijocas e um feliz fim de semana!!
    Ju

    ResponderEliminar
  12. Muito bem minha amiga! Vamos aguardas o resultado. Venha logo nos mostrar. Beijos e ótimo fim de semana.

    ResponderEliminar
  13. A vida tem tanta coisa para experimentarmos que não vejo por que motivo não se faça aquilo de que se gosta.
    Vejo que a costura está a correr muito bem. Calaças? Penso que seja o mais difícil!
    Bom trabalho. Beijinhos.

    ResponderEliminar
  14. Tocadora de sete instrumentos, assenta que nem luva, por
    isso amiga continua com esse desejo e paixão pelas coisas
    que gostas e assim terás gosto pela vida, na senda do saber.
    beijos

    ResponderEliminar
  15. Y de estos materiales, gracias a tus habilidosas, manos saldrán artículos maravillosos.

    ResponderEliminar
  16. Com todo meu carinho hoje de alguma forma
    deixar um recadinho em seu blog.
    Estou um pouco ausente mais nunca esqueço
    a amizade abençoada que Deus me deu.
    Ler sua postagem tenha certeza que nunca deixo de ler ,
    pois ela é minha bagagem para acalentar
    os meus dias.
    A pior dor é da saudade vejo hoje com tristeza
    não poder digitar e fazer
    comentário em cima da postagem
    que vc fez com tanto carinho.
    A mim tudo que importa é receber sua visita
    me basta para alegrar meu coração.
    Penso em tudo com muito otimismo
    pretendo viver e valorizar cada segundo da minha vida.
    um feliz final de semana beijos paz amor e luz,Evanir.
    Acredite: Seu carinho e amizades tem me ajudado muito:


    ResponderEliminar
  17. Lindos os tecidos. E vais ficar com um conjunto todo chique.
    É bom todo esse entusiasmo pelo saber/aprender. E o importante é seres feliz com o que fazes.
    Não vou a Lisboa, fico mesmo por aqui, tenho o fim de semana e
    na segunda trabalho, na terça ainda não sei.
    Tem um bom Carnaval. Beijinhos.

    ResponderEliminar
  18. Nina, que delícia aprender tantas coisas boas!
    Os tecidos são lindos. Esperamos para ver as peças prontas...
    Bjs e ótimo feriado

    ResponderEliminar
  19. Eu penso que o bom da vida é aprendermos tudo o que pudermos, na teoria e na prática. Eu ainda nao aprendi a costurar em máquina, mas um dia chego lá. Deve ser bom costurar as próprias roupas. Bj.

    ResponderEliminar
  20. Bons trabalhos
    Quem me dera ter uma "Mira" ao pé de mim.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  21. Ai Nina... que pena que moras aí do outro lado do oceano, adoraria montar o Clube da Costura... Beijosss!!!

    ResponderEliminar
  22. Força Nina e vá em frente!
    Não tenho jeito para a costura, bem que tentei, mas não levo jeito mesmo!
    bj e bom fim de semana!

    ResponderEliminar
  23. Dí que sí hay que ser decidida en esta vida y aprender de todo :))
    Espero ver ese trabajo:)))
    Buen fin de semana.
    Un beso

    ResponderEliminar
  24. Nina estou retribuindo a sua amável visita ao meu humilde cantinho. Adorei o seu blog, é um espaço lindo e de extremo bom gosto, irei acompanhar com imenso prazer.
    Beijinhos
    Maria

    ResponderEliminar
  25. Querida amiga

    Há em nós
    a magia
    de poder transformar
    o simples
    em inesquecível.

    Que em teu coração,
    a alegria faça morada...

    ResponderEliminar
  26. Seguro que harás algo precioso.
    Besitos guapa

    ResponderEliminar
  27. Taí uma coisa que gostaria de aprender, mas por aqui não tem ninguém para ensinar. Aliás, faltam costureiras particulares em minha cidades, todas elas trabalham em confecção de biquinis :) Depois quero ver o resultado!! Sucesso na nova empreitada!! Beijus,

    ResponderEliminar
  28. Assumidamente emocionada pela vida, ativa, destemida, curiosa e...tantas outras características que nem as nomearei...rsrsrs...
    Leio tuas postagens. Percebo a mulher maravilhosamente corajosa que se revela... Aprecio tudo isso!
    Num mundo masculino, sempre pronto a desencorajar, julgar o comportamento feminino, desde ótica nem sempre agradável ou verdadeira, identifico-me com essa postura brava de viver o dia com a cara que trouxer, construindo a jornada com mãos, coração e mente...
    Abraço amigo desde o sul brasileiro!

    ResponderEliminar
  29. Teórica e prática!

    Os tecidos são lindíssimos.

    Depois sei que veremos obra feita!

    Beijinhos.

    ResponderEliminar