terça-feira, 15 de abril de 2014

1091 - Formigas!


Nunca gostei de formigas!
Formigas, são, desde sempre, muito mais que uns insignificantes,  irritantes e invasivos insetos pretos ... Como se tal fosse pouco!
Formigas são aquelas criaturas intoleráveis, que La Fontaine, um dia, nos apresentou!
Aquelas criaturas virtuosas e chatas!
Aquelas sujeitas que se esquecem de viver - como se viver se limitasse a trabalho, trabalho e mais trabalho - ascendendo ao estatuto de ser sem mácula que pode desprezar a pobrezinha da cigarra.
OK! A cigarra era uma doidivanas, mas ninguém merece ser deixado morrer à fome e ao frio!
Nem o mais desalmado preguiçoso dos seres!
Nunca simpatizei com as formiguinhas virtuosas e trabalhadoras  - sejam elas insetos ou não! 
Mas isso são outras conversas!
Pronto!
Esta é, em abstrato, a minha posição sobre as formigas.

Vamos, agora ao concreto:

A minha cozinha de móveis brancos, tem tampos de armários e pavimento em granito preto, cinza e branco!
(Espero que comece a fazer-se luz acerca do meu ponto de vista e motivo deste texto)

Pois bem, neste pano de fundo, as formigas, se existirem, passam despercebidas, certo?
Errado!
Ontem, eu vi, eu juro que vi, tampos e pavimento em ,movimento!

Cruzes!
O que é isto? - perguntei-me.
Eram formigas. Formigas aos montes. Formigas enlouquecidas e destemidas! Formigas  dispostas a tudo para levar a sua avante!
Não pude crer no que os meus olhos viam!
Como? Por quê? Para quê?
De onde surgira tal exército?
Como agir?
Como atuar?
 É que na cozinha as estratégias de defesa são escassas.
Impossível recorrer a inseticidas ou formicidas  que não quero atacar a família!

Então, depois de uma primeira investida com água quente e detergente, apliquei a técnica do fermento.
 É assim:
-Por onde passam as bichas, desenham-se carreirinhas de fermento ( o utilizado nos bolos está muito bem!), que, garantem os entendidos, as invasoras fogem para outras paragens.
Enchi a cozinha de fermento. Enchi-me de esperança. E aguardei.

Quando regressei ... encontrei nuvens de fermento e milhares de formigas sorridentes que, aos pares, contornavam, felizes a armadilha.
Um fracasso!
Um truque falhado!
Uma dica inútil!
Um bluff!

Encaremos o inimigo de frente.
Retirei tudo, mas mesmo tudo e lavei escrupulosamente todas as superfícies.
A cozinha está um brinco. Um teatro anatómico.Um laboratório. Um bloco cirúrgico.
Como?

Com vinagre. 1 litro de vinagre e muita paciência e alguma esperança.
A mortandade foi terrível!
Mereceram! Fizeram por isso! Puseram-se a jeito!
Quem mandou desafiar os meus ascos mais profundos|? Quem?

À cautela, comprei armadilhas para formigas!
Isso mesmo! Armadilhas! Letais!
As fulanas entram, ficam contaminadas, regressam ao formigueiro e ninguém escapa!
(Não me reconheço! Eu própria me receio!)
Vá ... é só com formigas. Em tudo o resto sou bem menos perigosa.

Beijo
Nina 

37 comentários:

  1. "Tampos em movimento": belíssima expressão!
    Gostei :)
    Beijo

    ResponderEliminar
  2. Vinagre, cravinhos e café (pó ou grãos) costumam ajudar. Não sei qual dos três resulta melhor, porque quando é preciso espalho-os ao mesmo tempo por tudo quanto é sítio. Paciência, muita!
    Boa sorte

    ResponderEliminar
  3. as pretinhas não dão nada.. mas as malditas vermelhas do tamanho de um dinossauro são as que aparecem la em casa..kkkkkkk.. bjokas e sucesso sempre

    ResponderEliminar
  4. Querida Nina como a entendo, detesto formigas, por isso tenho em todas as janelas umas armadilhas para elas..e dá resultado..
    Beijos da Bruxinha

    ResponderEliminar
  5. As formigas são terríveis , aqui em casa só um tipo de formiga é pouco então tem tres tipos vê se pode.
    bjs
    http://eueminhasplantinhas.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  6. Nina....muito estranho...sabes que me apareceram formigas em casa também!?!? Nunca tinha visto bichos em casa desde que vim morar para Gaia (qualidade de vida... ;) ) e agora pareceram no correr com origem no WC...estranho sitio! Aspirei-as, acho-lhe piada ehehe

    ResponderEliminar
  7. Elas odeiam folhinhas de hortelã frescas, é só deixar algumas em lugares estratégicos quando elas aparecem que logo vão embora... Pelo menos é como dou jeito aqui em casa...

    Espero que não retornem, Nina querida - mas odeio muito mais as baratas que, com o calor, colocam as anteninhas de fora dos seus esconderijos...

    Beijos!

    ResponderEliminar
  8. Olá, infelizmente sofro do mesmo problema, vem o calor e as pestes lá aparecem em fila, e se fica uma migalha de algo no balcão então são aos montes, ainda não arranjei forma de me livrar desta pequena praga, e todos os anos no calor é o mesmo, pensei que fosse por ter o quintal na frente da casa, mas afinal elas aparecem em qualquer sítio, parece que têm faro para as cozinhas :-) Também gosto do vinagre para limpar tudo ;-) bjos doces

    ResponderEliminar
  9. Gostei do bloco cirúrgico, mas tadinha das formigas!
    rsrs
    bj zizi

    ResponderEliminar
  10. Oi NIna!!!
    Gostei do post!!
    Vinagre eu não sabia!!!
    Aqui uso detergente no gramado!!! Funciona!!!
    Na cozinha eu uso SBP automático!!!
    Gostei de saber do vinagre!!!
    Bjos!!!

    ResponderEliminar
  11. Desde hace mucho tiempo, en mi casa se tomaron medidas radicales contra las hormigas. Síguelas para ver a dónde entran, y tapa el hueco con jabón mojado. El jabón se seca, el hueco queda muy bien tapado y adiós hormigas. Debes repetirlo en cada hueco. Te aseguro que funciona.
    El problema que tengo ahora son cucarachas, las pequeñas, que se llaman cucarachas de cocina. ¡Detestables!

    ResponderEliminar
  12. Nina, também detesto formigas. Tenho mesmo horror, o verão passado visitaram-me uma das varandas, felizmente não me invadiram a casa (enchi a varanda de insecticida).
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  13. Olha com quem elas se foram meter!!!
    O vinagre é terrível! Beijinhos. Bom serão.

    ResponderEliminar
  14. Amiga querida, fizeste-me rir com a tua engraçadíssima crónica sobre esses abomináveis e irritantes insetos minúsculos, que dão uma trabalheira enorme!
    Mas tu atacaste o inimigo com toda a fúria!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  15. Lol
    Ainda não conhecia a Nina Terminator :)
    Beijos

    ResponderEliminar
  16. ME DICEN QUE LA MAICENA LAS ESPANTA...HOY PUSE EN EL CAMPO PERO NO SE SI EMIGRARON.
    YO ODIO LAS POLILLAS Y SIEMPRE ME SALEN.
    LAS TRAJE DE MONTEVIDEO Y ETAN ENCANTADAS,
    SALUDITOS

    ResponderEliminar
  17. Nina X Formigas!!!!!! Quem vencerá???????????Quem viver verá!!! Amei o duelo! Muito divertido.Rsrsrsrsrsr
    Um abração
    Nely

    ResponderEliminar
  18. Que aventura! também não gosto delas, li algures que são bem piores que as moscas. Fico com a dica do vinagre! não vá também a minha cozinha ser um dia vitima dessa invasão...
    Bjs

    ResponderEliminar
  19. Olá Nina
    Infelizmente compreendo-a muitissimo bem, já deve ter percebido não é?
    Tem que me dizer qual a armadilha letal que funciona tão bem, pois eu já não sei o que fazer.
    Um destes dias 4h da manhã os gatinhos a miar no meu quarto, o que será pensei, será que têm fome?-mas dei-lhes comer antes de me deitar.

    Fui ver.... Amiga você não imagina os comedores deles são de metal, estavam pretos era um carreiro tão grosso que nunca tinha visto, parecia aqueles carreiros na rua e ter uma coisa destas em casa foi desesperante.
    Vi-me negra para acabar com aquilo, por uns tempos desaparecem, mas estão sempre a voltar. Moro num 3ºandar, já cheguei a pensar que o prédio está feito em cima de um formigueiro!!!
    Eu levo o tempo a espreitar se vejo uma saída e quando vejo um buraquinho é pó por todo o lado. Mas tem de ser sempre bem alto porque com 2 gatinhos não vá o diabo tecê-las. Por isso bem preciso de uma armadilha letal também.
    O que lhe posso dizer... que tenha Paciência é o que temos de ter, mas eu também já não posso ver um formiga à frente !!!
    Beijinhos

    Aproveito para desejar um Feliz e Santa Páscoa, para si e todos os seus

    ResponderEliminar
  20. Yo también odio las hormigas , acá cuando empieza el calor del verano hay que empezar a luchar con ellas Que tengas una linda Semana Santa
    Besos

    ResponderEliminar
  21. Oi NIna, aqui em casa de vez em quando também aparecem umas danadinhas, mas o assassino em questão é sempre o meu marido, rsrsrs beijosss!!!

    ResponderEliminar
  22. Aqui tem muita formiga, mas inda não chegaram na minha cozinha!!Eu uso um gel que as mata também, é a única coisa que acaba com elas por aqui!bJS.

    ResponderEliminar
  23. Texto lindo, divertido, bem escrito. Também descobri aas maravilhas do vinagre. Agora que tenho um cachorro, passo pano em toda a casa com vinagre. O assoalha fica brilhante, limpo e desinfetado e gastei pouco.
    Beijos

    ResponderEliminar
  24. Pois, pois as formigas são terríveis, terríveis...
    Ainda bem que consegui elimina-las :)
    Tem de mostrar melhores esse pote amarelo, é lindo... ;)

    ResponderEliminar
  25. LOL! Nina, o que me ri com este post! Já estou a imaginar a nuvem de pó branco! Daquele que insiste em penetrar em tudo o que é buraquinho e depois é uma chatice para limpar! Como te compreendo. Detesto bicharada. Vivi um episódio mais ou menos parecido quando o marido comentou que viu uma barata. Uma barata! Primeiro fiquei cheia de nojo e só me apetecia vomitar. Eu não a vi, mas foi o suficiente para fazer o mesmo. Tirar tudo, lavar tudo, para me certificar de que não se tinham mudado para a minha casinha de princesas. Sim, aqui é só principes e princesas, a bicharada fica na rua! ;)
    Beijinho

    ResponderEliminar
  26. Nina, já tive essa praga cá em casa.
    Vinham do jardim, passavam a porta do prédio, a de minha casa, e encostadas á parede faziam carreira até á varanda do último quarto.
    São umas invasoras. Quando lhes fiz frente, espalharam-se por todo o lado.
    Resolvi a situação com lixivia pura.
    Tive que traçar no chão um marco com lixivia pura, para interromper a fileira. Elas chegam á lixivia e voltam para trás. Só tive que eliminar as restantes com inseticida. Resultou logo á primeira.
    Beijinhos. Fica bem.

    ResponderEliminar
  27. Penso que ninguém gosta delas.
    Todas já tivemos uma invasão de formigas. Quando tive , comprei numa drogaria um pó que tinha que colocar no local de onde saíam e no carreiro por onde vinham. Resultou passados vários dias.
    Felizmente nunca mais aconteceu.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  28. Penso que ninguém gosta delas.
    Todas já tivemos uma invasão de formigas. Quando tive , comprei numa drogaria um pó que tinha que colocar no local de onde saíam e no carreiro por onde vinham. Resultou passados vários dias.
    Felizmente nunca mais aconteceu.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  29. Penso que ninguém gosta delas.
    Todas já tivemos uma invasão de formigas. Quando tive , comprei numa drogaria um pó que tinha que colocar no local de onde saíam e no carreiro por onde vinham. Resultou passados vários dias.
    Felizmente nunca mais aconteceu.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  30. Olá Nina!
    Isso foi mesmo uma odisseia. Eu moro num 9º andar e a minha irmã no 10º que é o topo do prédio e tem um terraço enorme. Este ano já andámos à caça delas e a meter veneno no terraço. O problema é que também já as vi aqui no meu andar. Por enquanto limitei-me a matar as que vi, mas este ano não sei porquê estão a aparecer mais cedo. Acho que elas sobem pelo interior das paredes do prédio e vão explorando.
    Espero dar conta delas pois também as detesto.
    Beijos e boa Páscoa.
    Milai

    ResponderEliminar
  31. El laurel es muy bueno contra las hormigas Nina, yo lo tengo por rincones de la caravana y no entran.
    Gracias Nina. Ya estamos en casa. Paco va bien.
    Buen miércoles.
    Un beso.

    ResponderEliminar
  32. Escreves como ninguém amiga... Apesar de ser um problema sério, ri muito da tua história. Adorei saber sobre o vinagre, pois aqui em casa tem bastante formigas. Elas atacam até minhas plantinhas...posso usar vinagre também Nina?
    Lindo teu novo look do blog, esse tom de vermelho é lindo!
    bjus!

    ResponderEliminar
  33. Boa noite Nina, imagino o que sente, pois sou alérgica a qualquer bicharada que invada a cozinha!
    E por aqui, porque dois cães de guarda habitam no terraço do res-
    -do-chão (apesar de impecavelmente limpos caes e terraço), não invalida que volta e meia as moscas visitem os pisos por aqui acima! Odeio, odeio moscas mais que formigas! A minha guerra é com moscas, horrível! Beijinhos e uma boa noite. Ailime

    ResponderEliminar
  34. Além do vinagre qual o outro"formiguicida"(risos).
    Tenho pena de mata-las.
    E isso por conta da fábula de La Fontaine.
    Mas não quero elas na minha casa.

    ResponderEliminar
  35. Eu nem é na cozinha, é num dos quartos. Mas como é pouco ventilado nunca sei o que por.. já tentei lixivia, raid electrico para formigas e mosquitos e churrasco :p
    Mas dentro de casa não gosto muito de atear fogos até porque o sitio onde elas entram tem os cabos eléctricos a passar

    ResponderEliminar
  36. Eu nem é na cozinha, é num dos quartos. Mas como é pouco ventilado nunca sei o que por.. já tentei lixivia, raid electrico para formigas e mosquitos e churrasco :p
    Mas dentro de casa não gosto muito de atear fogos até porque o sitio onde elas entram tem os cabos eléctricos a passar

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Respondo aqui pois não consegui aceder ao seu blog.
      As pestinhas fugiram apenas com inseticida. Não vale a pena ter ilusões com os produtos ecológicos.
      Beijinhos

      Eliminar