domingo, 27 de setembro de 2015

Apenas porque é muito bonito ...



... Fiquem com Pablo Neruda:




É proibido chorar sem aprender, 
Levantar-se um dia sem saber o que fazer 
Ter medo de suas lembranças. 
É proibido não rir dos problemas
Não lutar pelo que se quer,
Abandonar tudo por medo,
Não transformar sonhos em realidade.
É proibido não demonstrar amor
Fazer com que alguém pague por tuas dúvidas e mau-humor.
É proibido deixar os amigos
Não tentar compreender o que viveram juntos
Chamá-los somente quando necessita deles.
É proibido não ser você mesmo diante das pessoas,
Fingir que elas não te importam,
Ser gentil só para que se lembrem de você,
Esquecer aqueles que gostam de você.
É proibido não fazer as coisas por si mesmo,
Não crer em Deus e fazer seu destino,
Ter medo da vida e de seus compromissos,
Não viver cada dia como se fosse um último suspiro.
É proibido sentir saudades de alguém sem se alegrar,
Esquecer seus olhos, seu sorriso, só porque seus caminhos se desencontraram,
Esquecer seu passado e pagá-lo com seu presente.
É proibido não tentar compreender as pessoas,
Pensar que as vidas deles valem mais que a sua,
Não saber que cada um tem seu caminho e sua sorte.
É proibido não criar sua história,
Deixar de dar graças a Deus por sua vida,
Não ter um momento para quem necessita de você,
Não compreender que o que a vida te dá, também te tira.
É proibido não buscar a felicidade,
Não viver sua vida com uma atitude positiva,
Não pensar que podemos ser melhores,
Não sentir que sem você este mundo não seria igual.


Pablo Neruda

( Obrigada, querida I. )

Beijo
Nina

22 comentários:

  1. Que lindo Nina,lindo! Feliz noite,beijinhos ❤

    ResponderEliminar
  2. SI... PERO NO ES TAN FACIL HACER TODO ESTO...
    SALUDITOS

    ResponderEliminar
  3. Certamente se vivermos desse modo, seremos mais felizes e faremos
    outros igualmente felizes, gostei muito, beijos Nina

    ResponderEliminar
  4. É mesmo muito bonito! E quantas vezes nos esquecemos e transgredimos estas proibições...

    ResponderEliminar
  5. Olá, Nina, mulher dos sete ofícios!

    Estás boa? Pronta para novas férias?

    Pablo Neruda é Pablo Neruda, mas este poema é de gritos. Olha, sabes o k lhe acrescento, mas k não é da minha autoria: "é proibido proibir".
    Caramba! Tanta coisa bonita k desejamos e podemos fazer.

    Novo poema no meu blogue. Qdo tiveres tempo, aparece. merci, chérie!

    Beijos.

    ResponderEliminar
  6. Lindissimi e verdadeiro, bjbjbj Lisette.

    ResponderEliminar
  7. Querida Nina, garanto que cumpro tudo isso... pelo menos tento!
    Dou imenso valor a tudo isso.
    Fantástico Pablo Neruda, que gosto sempre de ler.
    Obrigada por mo relembrares... e é sempre bom não esquecer estas proibições!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  8. É proibido não sentir que sem você este mundo não seria igual :)

    ResponderEliminar
  9. Realmente bonito, adorei ler ❤️ Obrigada pela partilha. Boa semana, bjos doces

    ResponderEliminar
  10. Linda essa poesia.
    Hj estou que nem vc. naquele dia, precisando de colo.
    Tem dias assim, não é? Mas, sei que passa.
    Bjs e otima semana, NIna.

    ResponderEliminar
  11. Amei seu cantinho já estou seguindo, estou começando agora como blogueira gostaria que visitasse minha pagina e me seguisse, obrigada bjsss
    http://josianecavalli.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
  12. Não lembro desse poema, dele.
    Também, não é possível lembrar de tudo.

    ResponderEliminar
  13. Oi Nina... que lindo, amei... e já copiei, rsrsrs beijosss!!!

    ResponderEliminar
  14. Oii Nina!
    Muito bonito mesmo!
    Vou guardar :-)
    Beijos

    ResponderEliminar