quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

A minha praia


Sei que sou uma privilegiada  vivendo muito perto do mar!
Habituei-me de tal forma à sua presença que tenho a certeza  que me seria imensamente difícil viver longe dele.
Vivo perto , como disse, e da janela avisto-o, ao fundo,
Tenho-o como tão certo, como tão garantido que deixo passar dias, às vezes semanas, sem dele me aproximar, sem o  aproveitar... uma pena. um desperdício!

Ontem, com aquele  dia de sol esplendoroso , de manhã, fui até à praia, até ao passadiço que liga extensa distância em quilómetros.
Estacionei.
Na orla marítima vários autocarros de turistas - parecera-me franceses - olhando o mar. Se calhar, pensei, para eles, este é um espectáculo  único, diferente ou mesmo uma experiência nova !
Certo é que valia a pena olhar, mas de longe, de um local seguro.
É que o mar estava bravo e ameaçador, com ondas alterosas que rebentavam na praia com imensa violência.


Há quem arrisque e se aproxime, há quem pratique o turismo da catástrofe, como já ouvi chamar-lhe ...

É que a segurança é enganadora e ondas desgarradas, fortíssimas, já este ano fizeram vítimas ...

Numa praia do norte, um grupo de pessoas praticava um ritual religioso, na areia, perto do mar.
De repente, uma onda avançou sobre elas e arrastou 4.
3 conseguiram salvar-se, mas uma mulher desapareceu e creio que até hoje o corpo não foi encontrado.

Quando caminho junto ao mar tenho bem presente as precauções a tomar .
Assim sendo, a caminhada transforma-se numa actividade revigorante para o corpo e para a cabeça.

Sem trânsito, sem bulício, sem pressa, envolvida pela voz do mar e fustigada pelo vento, termino a caminhada com as hormonas da felicidade na sua plenitude.
É uma sensação boa que perdura pelo resto do dia.

Por isso me considero afortunada, gozando deste SPA natural, mesmo aqui à porta.

Beijo
Nina

30 comentários:

  1. É afortunada mesmo, Nina querida, e nos faz morrer de inveja... Como deve ser gostoso ter no cotidiano o que a maioria de nós só consegue - com sorte - obter de migalhas nas férias! Que Deus continue te abençoando com este lugar tão paradisíaco prá morar, mesmo que às vezes perigoso...

    Beijos!

    ResponderEliminar
  2. Trabalho próximo do mar e ontem também reparei em como as ondas estava assustadoramente grandes! Boas fotos. Beijinhos
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  3. Dearest Nina,
    Oh you happy - I really would like to live by the sea, too! Of course, the ocean has power and strength and there are dangers, but the scent of the sea, the sounds of seabirds, the sea noise, the light ... oh I LOVE it!
    Lots of hugs and thank you for thes wonderful photos!
    Traude
    http://rostrose.blogspot.co.at/2017/02/namibia-teil-8-camp-kipwe-und-die.html

    ResponderEliminar
  4. Um privilégio Nina!
    Eu respeito imenso o mar e mesmo de verão ... não facilito nada!
    Em termos de paisagem ... as nossas praias são melhor que um SPA ao olhar ... mas atualmente a água é demasiado gelada!
    Há mais de dez anos que entrar nessas águas é um verdadeiro suplício!!!
    Mas fiz praia em Matosinhos ... Leça ...Gondarem na Foz e Gaia!
    Estava horas na água!!!
    Esses olhares trazem "saudadinhas"!bj

    ResponderEliminar
  5. Nas minhas caminhadas não dispenso a companhia do mar mas confesso que só aí nos encontramos, não sou mesmo uma pessoa de praia. Mas já estou com saudades de o ver novamente, com este tempo incerto e frio, não tenho tido vontade nenhuma de passear ;)
    Beijinhos e bom fim-de-semana ...
    Blog: Guloso qb

    ResponderEliminar
  6. Adoro o mar, não vivo perto dele mas não me importava de viver. Gosto igualmente de o ver bravo, mas sempre em segurança!
    Bjs

    ResponderEliminar
  7. Boa tarde Nina,
    O mar é muito belo, mas merece-nos imenso respeito. É excelente poder avistá-la da sua casa;))!
    Também não me posso queixar, pois sempre que me apetece "visitá-lo" não é muito longe daqui.
    Foi muito bom o seu alerta, uma vez vez que há ainda quem não tome o devido cuidado, principalmente em dias de mau tempo.
    As fotos são magníficas.
    Bejinhos e feliz serão.
    Ailime

    ResponderEliminar
  8. Um privilégio mesmo. Eu já me considero privilegiada por viver perto do rio, quanto mais se fosse mar.
    Um abraço

    ResponderEliminar
  9. Acredita que mesmo morando em frente a praia, quase não vou na praia e no mar?
    Mas, bem que tenho vontade.

    ResponderEliminar
  10. Yo también vivo cerca del mar y es muy relajante. Cuando me alejo lo echo de menos... También es peligroso a veces, es importante comtemplarlo con prudencia y respeto. Besos.

    ResponderEliminar
  11. É como dizes, Ninita, SPA natural e grátis à porta. Por isso, nem sempre nos lembramos desse privilégio. São esses passeios que mais aprecio, que mais me confortam e renovam (atrevo-me a dizer). Fizeste muito bem em aproveitar fazendo-o em segurança. :)
    Beijinho grande, minha querida, já volto!

    ResponderEliminar
  12. Também não sei viver sem o mar, ainda por cima sendo ilhoa.Adorei as fotos.
    Bjn
    Márcia

    ResponderEliminar
  13. Nina, sabes como gosto do mar. Tento fazer-lhe uma visita todos os dias, mas tenho-lhe imenso respeito. Nestes dois últimos dias as ondas chegavam bastante fortes e ainda assim haviam pessoas a passear pelos molhes. Faz-me imensa confusão depois de tantos avisos dados pela policia marítima as pessoas continuarem a arriscar. Beijinhos.

    ResponderEliminar
  14. Nina, o livro "As irmãs Romanov" foi escrito por uma americana que fez pesquisa na Russia.

    ResponderEliminar
  15. É sim um grande privilégio viver num local assim.
    Lindas fotografias.
    Beijinhos
    Maria

    ResponderEliminar
  16. Viver perto do mar é um grande privilégio, eu tenho esse privilégio.
    Fazer caminhadas ao fim de semana é uma golfada de energia para a semana toda.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  17. Oi Nina... realmente você é uma privilegiada, que delícia poder morar assim pertinho do mar!!!
    Beijosss!!!

    ResponderEliminar
  18. Também gosto muito do mar, é muito relaxante ouvir o som da agua do mar e do vento. As fotos estão muito bonitas. Beijinhos e bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  19. O comentário fugiu, mas insisto: lindas fotos.
    Há tempos passeei por aí e se tivesse ido devidamente equipada teria mergulhado nas gélidas mas apetitosas águas.
    Já sabes como também gosto imenso do mar... de água... de lagoas... e uma poça bonita já me faz parar! Coisas de ilhoa!
    Em Coimbra contento-me com o belo Mondego!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  20. Olhar o mar desde a janela é um privilégio. Eu moro perto, estes días Aquí na costa galega, estaba bravo mesmo... Lindas fotos. Un beijo.

    ResponderEliminar
  21. QUE LINDO EL MAR!!!
    ME ENCANTA Y LE TEMO.
    PERO ESTOY MUY LEJOS DE EL.
    DISFRUTALO TU QUE PUEDES;)
    CHAUCITO

    ResponderEliminar
  22. Querida Nina, adoro o mar, seu cheiro, e a energia que emana dele, é um recarregador natural de nossa bateria, mesmo que muito bravo quando não nos permite um banho, o simples fato de o olhar acredito que ja faz uma limpeza espiritual sem igual...de fato é uma abençoada por poder morar assim tão pertinho...bjucas!!!

    ResponderEliminar
  23. Bom dia Nina, muito linda sua praia, eu infelizmente moro muito longe das praias, sou apaixonada por praia, caminhar, enfim aproveitar tudo que o mar nos oferece, bjos e um inal de semana de alegrias.

    ResponderEliminar
  24. Cresci junto ao mar, em Luanda.
    Hoje, sinto-lhe a falta.
    A tua reportagem fotográfica está fabulosa!

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  25. Tão bom Nina :)
    Umas belas imagens :)Deve ser mesmo um SPA natural ;)
    Beijinhos e bom fim de semana :)

    ResponderEliminar
  26. Lovely Pics.

    Jennifer
    http://jennifer-femininundmodisch.blogspot.de/2017/02/homemade-rollkragen-fur-kalte-tage-polo.html

    ResponderEliminar
  27. Nina, vim avisar que teus céus acabaram de entrar por lá! Podes ver:
    http://ceuepalavras.blogspot.com.br/2017/02/ceus-da-nina.html

    Obrigadão, beijos e lindo dia! chica

    ResponderEliminar
  28. Uma pessoa facilmente se habitua a estas coisas boas, mas relembrar que somos sortudos de vez em quando só nos faz bem! :)

    ResponderEliminar
  29. Que sorte a Nina têm de viver perto do mar :) Para mim é um sonho que espero tornar realidade um dia mais tarde :)

    ResponderEliminar