terça-feira, 10 de julho de 2018

Cebola crua com sal e broa - de novo!





Terminei a leitura do livro com título tão original e antes de tecer considerações sobre ele devo admitir um certa má vontade contra o autor, fruto de algumas atitudes  que, de momento, não me apetece desenvolver, fugindo à sensação de que "estou a bater no ceguinho", já que tudo foi dito sobre o mesmo.

Acontece que depois de ver o livro numa prateleira da FNAC, assisti à Grande Entrevista na RTP3 e fiquei muito curiosa.

Decidi matar a curiosidade.






O livro está naturalmente bem escrito, com uma redação clean, própria de um jornalista - não, não é uma maravilha de texto poético, mas é conciso e , muitas vezes, bem humorado, com potencial para prender, para agarrar  o leitor ... agarrou-me, admito.

A sequência temporal de capítulos no plano político é lógica, eloquente e corajosa.
Bravo!

Simultâneamente MST expõe as suas vivências como andarilho, viajante, eterno explorador.
Gostei!
Não que quisesse para mim a sua vida, não!
Mas como não admirar os Indiana Jones da vida?

Sinto que é um livro importante, que desmistifica mentiras e clarifica a história.

Acho que vale a pena ser lido.

E por aqui me quedo, eu que em tempos jurei não mais ler nem aconselhar este autor - pelos vistos, tal como ele próprio a dada altura confessa, também sou maioritariamente  incumpridora das minhas juras.


Beijo
Nina


20 comentários:

  1. Gostei de saber a tua modesta opinião, Ninita. :) Também, em tempos, jurei não comprar nada dele... como professora que sou, senti/sinto as injustas palavras que tem/teve contra nós... mas, como se costuma dizer, uma coisa é o homem, outra coisa é o escritor.
    Obrigada, querida amiga!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas por ser professora só a senhora é que tem a razão?? Muitos professores,não ligam aos alunos,só sabem faltar,vão dar aulas sem vocação, eu também não tenho aumentos desde 2009! São um lobby neste País, e só fazem chantagem! Estamos quase a meio de Julho,e notas dos alunos..nada! Depois em Setembro vamos ver,os alunos e famílias é que sofrem! O M.S.T.tem muita razão!!!

      Eliminar
    2. MST nunca afirmou tal coisa. Ora leia as suas próprias palavras:

      De entre os vários boatos postos a circular, sobretudo na internet, a propósito de MST, destaca-se a carta aberta de uma professora, que circula desde 2008 e que o acusa de ter afirmado que «os professores são os inúteis mais bem pagos deste país». Trata-se de uma farsa que foi desmentida pelo próprio, em artigo publicado no Expresso: «(…) nunca disse, nunca escrevi e nunca me ocorreu pensar tão estúpida frase. É absolutamente falsa, de fio a pavio. Quem a inventou sabia bem que a melhor forma de atingir um adversário não é discutindo as razões dele, mas atacando-lhe o carácter. E quem a adoptou logo como verdadeira e do 'domínio público', sem nunca, pessoalmente, a ter escutado ou lido, mostrou como é fácil conduzir um rebanho de ovelhas nesses fóruns tão democráticos da Internet. E pensar que é assim que hoje se forma largamente a opinião pública!»[13]

      Para repor a verdade dos factos, nunca Lete afirmou que "só" ela tinha razão;
      - Quanto à sua generalização, é evidente que, como todas as generalizações é injusta e dema
      gógica.

      Lamento.

      Eliminar
  2. "Nunca digas nunca", não é, amiga? Quem sabe um dia consiga fazer as pazes literárias com MST, rsrs
    Bjn
    Márcia

    ResponderEliminar
  3. Muito bem, vale a pena tentar ler :))

    Bjos
    Votos de uma óptima Terça - Feira.

    ResponderEliminar
  4. Boa noite Nina,
    Vou ter em consideração a sua opinião sobre o livro uma vez que também vi a entrevista de que fala e fiquei curiosa.
    Um beijinho.
    Estarei ausente até Agosto
    Uma boa noite descansada.
    Ailime

    ResponderEliminar
  5. Hola!
    No lo conocía, pero intentaré sacar tiempo para leerlo, gracias!!
    Te deseo un feliz verano.
    Un beso

    ResponderEliminar
  6. Depois da tua opinião de certeza que o vou comprar. Pela zona esgotou mas certamente irá ser reposto.
    Beijinhos matinais.

    ResponderEliminar
  7. O titulo é sugestivo. Comemos tanta vez em criança cebola crua com sal e broa.
    Curioso, é que conheço o MST hã uns bons 40 anos ou mais, e nunca falei com ele, nem li nenhum dos seus livros. Explico, o meu marido é de Lagos, e desde que casamos há 49 anos que passamos lá as férias. A casa da minha sogra, era quase contígua à casa onde ele sempre estava de férias, na mesma altura que nós. Depois que a minha sogra morreu,passamos a ir de férias para outra casa, na parte nova da cidade, não o vemos tanta vez, mas ainda o ano passado o vi uma vez no mercado da Avenida e outra no moderno Pingo Doce da marina.
    Ainda assim nunca os seus livros me despertaram curiosidade. Tomei nota deste. Talvez seja desta.
    Abraço

    ResponderEliminar
  8. Nunca li nada dele, mas como pessoa é alguém que não gosto muito. Beijinhos
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  9. Não conheço esse ator. Aqui no Brasil, passo longe dessa sigla M.S.T. (Movimento dos Sem Terra que, ao meu ver, não passa de um movimento comandado pelos oportunistas que exploram os ignorantes e humildes). Kkkk
    Mas fez bem a leitura, conhecer o outro lado para poder argumentar. Bjs

    ResponderEliminar
  10. O título é interessante e curioso...

    ResponderEliminar
  11. A capa é muito bonita.
    Mas estou tão cheia de coisas para resolver no Condomínio, com uma moradora chata, tenho lido pouco. Mas leio sempre. De pouquinho em pouquinho.

    ResponderEliminar
  12. Olá Nina!Nada conheço do aitor. Mas depois de ler sua opiniao sobre o mesmo, confesso que fiquei curiosa. Tenho lido pouco ultimamente, mas acharei tempinho. Obrigada pela dica.

    ResponderEliminar
  13. Nina adorei a dica vai entrar pra minha lista, embora eu esteja bem devagar nas leituras tentando voltar com mais afinco.... grande abraço e bjucas

    ResponderEliminar
  14. No conocía al autor, y dudo que el libro llegue a estos barrios, pero gracias por la información.

    ResponderEliminar
  15. Não o conheço! Comprei ,aliás meu cunhado comprou-me 5 livros. O herói discreto(Vargas LIosa) O hipnotista(Lars Kepler) Toda Luz que n podemos ver( Anthony Doerr) Mundo do fim do mundo(Luis Sepúlveda) Todos escritores novos para mim. Depois conto. Beijinhos

    ResponderEliminar
  16. Ninita, mandei-te mail para o "sapo", não sei se viste... :)
    Beijinhos, querida, bom fim de semana (ainda ando enredada em trabalhos burocráticos, mas dias felizes me aguardam!)

    ResponderEliminar
  17. Vi uma entrevista do autor na TVI acerca do livro.
    Bjs

    ResponderEliminar
  18. Já ouvi falar no livro, mas não li. Beijinho Nina e bom fim-de-semana.

    ResponderEliminar