terça-feira, 16 de julho de 2019

Museu do Caramulo


No meu cofre de recordações, guardada em perfeito estado, tenho a memória de  uma visita que, há muitos anos, fiz ao Museu do Caramulo.
 Retive a imagem de extraordinários automóveis,  pois, muito mais que carros, eram monumentos dinâmicos. 
- Seriam a sério, de verdade, transportariam gente, como eu que viajava num banal Volkswagen? - que, curiosamente, na sua banalidade, compunha também ele a coleção.
  Mas havia os outros, com impressionante currículo, os que transportavam reis e rainhas, líderes mundiais, estrelas de cinema que, ao descerem  à terra , circulavam em máquinas poderosas. Impressionante. Mesmo para mim que não dou a mínima importância a automóveis de quem apenas exijo que cumpranm a função de me transportar sem nunca me complicar a vida. Desde que não avariem, está tudo bem!

Com esta fantasiosa memória, repetidamente me ocorria voltar.
Voltei.
Foi na última sexta-feira.
De novo, me permiti o deslumbramento, o fascínio.

Desta vez, naturalmente, vi a coleção noutra perspectiva - constatando a rapidez da evolução. Aqueles automóveis são, decididamente, por inúmeros motivos, incompatíveis com o mundo em que vivemos.
Se perderam praticidade, ganharam sedução.


Que dizer deste brinquedo?

E deste?
Um luxo!
É certo que, provavelmente,  numa estrada atual seria   humilhado por um insignificante Fiat 500, mas, como muitas outras coisas na vida, este automóvel atualmente existe apenas para ser uma obra de arte, como de facto é.

Beijo
Nina


28 comentários:

  1. Há uns anos passei férias no hotel e do pacote fazia parte uma visita ao museu quase em frente.
    Gostei imenso de ver os tais belíssimos carros!

    Abraço

    ResponderEliminar
  2. Mas mesmo sendo humilhados nos dias de hoje, eles são lindos.

    ResponderEliminar
  3. Lindos carros, adoro essa nostalgia dos tempos antigos.
    Bjos tenha uma ótima semana.

    ResponderEliminar
  4. Boa noite Nina,
    Grandes obras de arte esses automóveis que valem pequenas fortunas.
    Tive azar há alguns anos em que nas nossas deambulações pelo País, demos com o museu fechado. Como é tudo envidraçado, se é que me recordo bem, ainda vimos alguns automoveis em exposição.
    Um beijinho e feliz serão.
    Ailime

    ResponderEliminar
  5. Nome a impar de sugestão e que lhe cai a direito, sem uma ruga, "bugatti". Ainda que seja mero apelido do senhor Ettore.
    O termo Caramulo lembra-me pulmões doentes e um fonógrafo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As associções de ideias são o que são. A cada um, cada qual!

      Eliminar
  6. Já visitei há uns anos e gostei muito :)
    Um beijinho

    ResponderEliminar
  7. Pelo que dizem, é um museu bem bonito:))

    Hoje:- Afastam-se as nuvens do céu azul.

    Bjos
    Votos de uma óptima Quarta - Feira.


    ResponderEliminar
  8. Não dava tempo de vê tudo que queria em Portugal.

    ResponderEliminar
  9. Visitei-o quando a minha Joaninha era bem pequenina e lembro-me bem, o meu marido que é muito mais apreciador de carros do que eu, adorou!! Bjs

    ResponderEliminar
  10. Épocas em que o sonho, a elegância e o romantismo, comandavam a vida... e que certamente inspiraram as linhas destas verdadeiras obras de arte!
    Belíssima partilha, Nina! Adorei as imagens!
    Continuação de uma boa semana!
    Ana

    ResponderEliminar
  11. Ainda tenho umas pastas para partilhar da minha recente visita!
    Também gostei de regressar... Bj

    ResponderEliminar
  12. Qué museo alucinante. Excelente visita.

    ResponderEliminar
  13. ja la estive a mtos mtos anos bonitas fotos parabens bjs

    ResponderEliminar
  14. Oi Nina... eu acho obras de arte também...por aqui meu filho do meio faz coleção de carrinhos antigos de ferro, são lindos!
    Beijosss

    ResponderEliminar
  15. Museu impar em Portugal; na cercania de montanhas e sanatórios era um lugar improvável para ver topos e clássicos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Exatamente, Joaquim. Uma localização absolutamente improvável que acrescenta ao espanto e admiração.

      Eliminar
  16. Fiquei com vontade de visitar também.

    juliamodelodemodelo.blogspot.com

    ResponderEliminar
  17. Nina, há anos visitei esse museu e gostei imenso de ver essas maravilhas.
    Um bom fim de semana.
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  18. São verdadeiras obras de arte, mas incompatíveis com os tempos atuais, é certo. Beijos

    ResponderEliminar
  19. Son verdaderas joyas, que con solo verlos te transportan a otra época.
    Besos.
    Chary :)

    ResponderEliminar
  20. QUE PRECIOSIDAD!!!
    LAS COSAS BIEN IDEADAS.
    ME ENCANTAN!!
    SALUDITOS

    ResponderEliminar