sexta-feira, 18 de dezembro de 2020

Metendo as mãos na massa

 Ontem foi dia de meter as mãos - as luvas - na massa - na terra. 

Plantei bolbos que prometem mundos e fundos para a próxima Primavera. 

A ver vamos.

Os bolbos aguardam vida enquanto repousam junto a um muro. Pareceu-me local adequado, decidi eu do alto da minha quase total ignorância.



Este picar, sachar, arrastar a terra, cobrir os bolbos são tarefas que merecem retorno, que isto só é apenas giro nos romances.
Ao vivo, deixam entre outras sequelas , profundo desconforto "nas cruzes"

 

Está visto que exagerei na compra. 
Mais olhos que barriga, dá nisto - cava que cava, laralalai!


Ufa! Terminei!


Vamos agora às couves!

Observei as couves com olhos de  águia, à cata de lagartas, bichos vorazes que reunindo a família se empanturram com a verdura. Implacável, aniquilo-as à unha que aqui, nunca, jamais, em tempo algum entrarão pesticidas. A seguir retiro folhas velhas e mentalmente conversamos:

- Então a promessa de couves para o Natal?

- Então? 

- Suas mirradas!

Assumo que não será este o ano com  ceia de  couves caseiras. São jovens e eu inexperiente- há que dividir responsabilidades.

 Lá chegaremos!


Mesmo ao lado num canteiro improvisado crescem alhos, prometendo colheita farta.

 É dar-lhes tempo.

Depois ...

Também podei . Podei arbustos .

Até que  o cansaço  se apoderou de todos os meus músculos, mesmo daqueles que não sabia possuir.


Com botas cobertas de lama, suja da cabeça aos pés decidi parar.

Roupa e botas são as da quinta, quando viro camponesa.

 Transformo-me, irreconhecível.

 Também por dentro que a libertação é então absoluta. 

Terapêutica. 

Curativa.


Beijo

Nina

34 comentários:

  1. Desconheço totalmente o que são bolbos.
    Com essas couves não terá acompanhamento para o bacalhau no Natal

    Bom fim de semana

    ResponderEliminar
  2. Muito bom trabalhar com a terra e ver os frutos depois! FELIZ NATAL,desde já, tudo de bom pra ti e teus bjs, chica

    ResponderEliminar
  3. Witaj Nina pięknie piszesz i zdjęcia są ładne

    ResponderEliminar
  4. A Nina encontrou um Spa cansativo, mas salutar. E produtivo, dá couves. Ali hão-de medrar mais plantas que ela não dá ponto sem nó e daqui a uns tempos já nos vem com braçadas de flores, de couves, de alfaces e sei lá que mais.
    Viva a agricultura! Ontem andei às laranjas na terra de meu pai calcei as suas botas de borracha e logo pés e pernas nadaram lá dentro, as ervas davam-me aos joelhos mas eu contente por ter enganado as urtigas. A vida no campo tem destas coisas, não é Nina?

    ResponderEliminar
  5. Gostas do que estás a fazer, estás feliz e isso é o que interessa.
    Fico muito contente por ti. Beijinhos.

    ResponderEliminar
  6. Ontem também andei numa dessas, quer dizer tirei morangueiros de alguns vasos e coloquei noutros.
    Preparei um canteiro para colocar prímulas que estão um primor!

    Abraço

    ResponderEliminar
  7. Boa tarde Nina,
    Sabe o que eu acho: é um MULHER muito corajosa!
    Adorei vê-la a lidar na sua quinta que lhe vai proporcionar muitas alegrias.
    Continue nesse desafio que lhe deve proporcionar uma enorme paz de espírito, o que na cidade não se consegue.
    Um beijinho e bom fim de semana.
    Ailime

    ResponderEliminar
  8. Temos então uma escritora agricultora. :) Eu já não aguentava das costas, se me vejo aflita na máquina, imagina de enxada na mão. Não, não é para mim e também não tenho saudades nenhumas desse afazeres que nunca foram do meu agrado. Fui sempre "empurrada" pelo meu pai e detestava trabalhar no campo, preferia de longe, ficar em casa nas linhas e afins. Não tenho saudades, estou muito bem na minha tranquilidade "citadina". Seja como for, adoro ver-te empenhada, mas cuidado, as costas não perdoam. Grande beijinho, até logo!

    ResponderEliminar
  9. Adoro esta versão da Nina... camponesa... que só me faz crescer a minha admiração, por si, Nina!
    Para as couves... e para a cochonilha das flores de laranjeira e limoeiro... não sei se tem por aí, Nina, descobrimos um truque para os insectos e lagartas... pulverizar as folhas com água misturada com gel de banho... os insectos não gostam de nada que os façam sentir-se lavadinhos... e tal mistura, também afasta pulgões das minhas flores dos vasos da varanda... isso garantidamente já eu confirmei... sem precisar de usar insecticidas ...
    Beijinhos! Bom fim de semana!
    Ana

    ResponderEliminar
  10. Que fotos lindas desejo te linds festas bjs saude

    ResponderEliminar
  11. Aqui, jamais estaríamos vestida assim, Nina querida.
    O calor é grande e é um calor abafado, com suor pegajoso.
    Sim, tomaremos caldo de couve nas festa de final de ano, certamente.
    Bjs,

    ResponderEliminar
  12. Tão bom. Esperemos pela Primavera para ver isso tudo a rebentar. A vida no campo faz maravilhas 😊
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  13. Obrigada pela indicação do filme de Richard Gere, o lindo Richard Gere.
    Vou procurar (Netflix?)
    Bjs,

    ResponderEliminar
  14. Jane Quintela de Carvalho21 de dezembro de 2020 às 13:50

    Oi Nina... como é bom esse contato com a terra, por aqui tenho várias mudas para plantar em nossa casa nova. Só estou esperando chegar as férias.
    Esse seu cantinho vai ficar lindo!
    Beijosss!!!

    ResponderEliminar
  15. Todo el esfuerzo valió la pena porque el sitio está de lo más acogedor.

    ResponderEliminar
  16. Querida Nina, como eu admiro a tua garra de agricultora! Seria tarefa que eu, agora, já não conseguiria desempenhar! Até me desfiz das plantas da varanda quando a vieram impermeabilizar. Deixei apenas um vaso no parapeito da janela da cozinha, onde crescem com fartura fisális e aracás para oferecer a quem tem terreno. Se morássemos perto oferecia-te uns pezinhos!
    Quanto às tuas couves, já dão para um caldinho-verde, mas na primavera vais ter fartura.
    Mas um conselho de velha: não te esforces muito! Depois é que são elas! Diverte-te só!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  17. Boa noite Nina!
    Eu também adoro plantar quando resolvo ir pro sitio. Isso é uma terapia pra gente em tempo tão difícil.
    Feliz Natal pra ti e pra todos os teus!
    Abraços!

    ResponderEliminar
  18. Passando, revendo, elogiando, e ...
    .
    Deixando votos de um SANTO E FELIZ NATAL,
    extensivo a toda a sua família e amigos/as.

    ResponderEliminar
  19. Ai que delicia minha praia...amo demais mexer com a terra, Estou em recuperação de duas cirurgias, e isso me agonia, ficar parada!
    Uma terapia muito boa, principalmente agora no confinamento.
    Eu também me transformo, pareço uma mulher do campo kkk
    mas é bom demais.
    Adorei ver esse seu espaço. eu não consigo couve os bichos arrasam.
    Feliz Natal e um ano novo cheio de esperança pra todos! bjsss

    ResponderEliminar
  20. Sei que este ano não foi fácil para ninguém, apesar disso desejo-lhe que o seu Natal seja festejado com Amor, Saúde e Paz.
    Abraço e saúde

    ResponderEliminar
  21. Que maravilhoso, Nina!
    Tudo é belo em teu quintal
    Senti-me em Portugal
    Seguindo a mesma doutrina
    Dos ancestrais, por divina
    Memória deles do Porto,
    Igualmente; e absorto
    Fiquei a ver essas vidas
    Augustas tão bem vividas
    Como a Nina em seu conforto!

    Parabéns, querida! Feliz Natal e um Próspero Ano Novo a ti e aos teus, querida amiga! Beijos respeitosos! Laerte.

    ResponderEliminar
  22. Feliz,feliz,muito feliz por ti Ninita. É que agente pensa que cuida da terra,das plantas,das flores..ah que ilusão são elas,a terra,as plantas,as flores que cuidam e cura tudo em nós. Não vejo à hora de ver tudo florescer por ai. Querida,na medida do possível,Feliz Natal! Beijinhos

    ResponderEliminar
  23. Como me delicio com seus textos! Amando vê-la entregue à vida camponesa! É lindo

    ResponderEliminar
  24. Votos de um excelente 2021 (que este é para esquecer...).

    ResponderEliminar
  25. Bom 2021, Nina. Com saúde e alegria.

    ResponderEliminar
  26. Olá!

    Quase a terminar o 2020

    venho desejar um Bom Ano de 2021!

    Saudações!

    ResponderEliminar
  27. Boa tarde Nina,
    Desejo que tenha passado um bom Natal, assim como toda a sua Família.
    Hoje para lhe desejar um 2021 com muita saúde, amor e paz.
    Que seja um Ano Melhor para todos nós.
    Beijinhos,
    Ailime

    ResponderEliminar
  28. Estimando que tenha passado um excelente Natal, Nina, apesar de tudo o que nos impediu de o poder apreciar melhor... desejo-lhe um excelente 2021, com muita saúde, e saudáveis projectos, para irmos ultrapassando estes tempos estranhos, que lá vamos atravessando... fazendo votos de que lá mais para o final deste ano, já possamos estar todos bem mais próximos da normalidade de outros tempos...
    Tudo de bom! Feliz 2021! Beijinhos
    Ana

    ResponderEliminar
  29. Amazing post with lots of informative and useful and amazing content. Well written and done!! Thanks for sharing keep posting.
    clipping path service

    ResponderEliminar
  30. Olá, Nina!

    Também gosto de mexer com a terra, ver as sementes germinarem, realmente é terapêutico.

    Espero que tenha tido um final de ano agradável.

    Um abraço e desejo de que o novo ciclo seja de paz.

    ResponderEliminar
  31. Boa noite minha querida Nina!
    É mesmo muito terapêutico!
    Mas, o mais importante é divertir - se!
    Beijinhos!
    Megy Maia💛🌟💛

    ResponderEliminar