quarta-feira, 13 de junho de 2012

Peixe ...


... tem que ser muito, muito fresco, porque se não for, melhor optar pelo congelado.
Cá dentro da minha cabecinha guardo esta máxima e às vezes, poucas, ponho-a em prática.
E foi assim que cheguei à fala com uns filetes de pescada congelados.
Cuidadosa, deixei que descongelassem dentro da própria embalagem, na prateleira inferior do frigorífico, de um dia para o outro.
Quando abri a embalagem ... cheirou-me a peixe congelado!
Não gosto, por muito rico que seja em nutrientes, por muito assética que seja a operação, não suporto  o cheiro a congelado.
Estes não tinham peito para serem servidos como filetes, quando apenas um fio de limão os perfuma e uma pitada de sal e pimenta os tempera.
Havia, portanto, que encontrar um plano B.
Lembrei-me dos croquetes de peixe, subterfúgio aplicado às crianças renitentes em comer o pescado.

Fiz assim:
Cozi os filetes em água temperada com um quase nada de sal, pimenta, 1 folha de louro, 1 colher de mostarda e meio copo de vinho branco.
Terminada a cozedura, reduzi o peixe a puré.
Aproveitando o líquido em que cozeu o peixe, fiz um bechamel bem grosso.
Envolvi.
Temperei com sumo de limão e nós moscada.
Levei ao frio durante 1 hora, para que a mistura ganhasse corpo, endurecesse e fosse passível de ser trabalhada.


Assim.
Juntei salsa picada.

Com uma colher de sobremesa, moldei os croquetes.

Passei-os por farinha, ovo e pão ralado.

Agrupei-os numa travessa e cobri-os com película.
Neste momento, congelados, esperam a oportunidade de serem comidos.
Gosto de ter refeições prontas para uma emergência ou apenas para um dia de preguiça.
Esta é uma saída airosa para um peixe económico, com a vantagem de seduzir os eternos inimigos do peixe.

Beijos
Nina

33 comentários:

  1. Hummmmm...tõ com uma fominha aki.
    adorei a receita.

    ResponderEliminar
  2. Sabe que tbm prefiro peixe fresco, mas aqui é difícil encontrar assim. Sabe que estes teus bolinhos me deram uma vontade de comer peixo hj?

    Bjos

    ResponderEliminar
  3. Ola querida..adorei a dica..eu também gosto de ter refeições sempre prontas para aqueles dias em que chego tarde do trabalho..
    Beijos da Bruxinha

    ResponderEliminar
  4. Nina, temos opiniões e modo de vida muito parecidos. Também costumo ter alguns pratos prontos no freezer que faço com antecedência para alguma emergência ou quando dá preguiça cozinhar. Faço croquetes também dessa forma de carne moída, de atum e bacalhau (do Porto!!!!), mas de peixe nunca fiz! vou logo salvando essa receita para o meu livro. E quando o fizer, tenha certeza que lembrarei muito de ti, pois vou apelidar de "croquetinhos da Nina!"
    Mulher, quando vamos nos conhecer?
    Beijos

    ResponderEliminar
  5. Tampoco me da mucha confianza el pescado congelado. Lo prefiero fresquito, como lo encuentro en los mercados con mis caseros de siempre.

    ResponderEliminar
  6. Thanks for following, I follow you back now!
    xx Katja

    ResponderEliminar
  7. Hummm estão com uma cara ótima!
    beijos

    ResponderEliminar
  8. Oi Nina!!!

    Olha que estes teus croquetes estão a me seduzir...mas não posso comer frituras,então vou deixar a vontade passar...
    Bjsssss,
    Leninha

    ResponderEliminar
  9. Gostei muito da receita!
    Legal que podemos congelar
    para alguma emergência.
    Vou experimentar fazê-la.
    Abraços! Tudo de bom pra ti.

    ResponderEliminar
  10. Hum, gostei da dica. Ter comidinha semi-pronta é tudo de mais prático.
    Moro pertinho do mar onde tem vários quiosques com peixes frescos.
    Vc. me deixou com água na boca.
    Beijos

    ResponderEliminar
  11. O tempero do croquete está como eu gosto. Pimenta, louro e limão fazem parte de minhas receitas, sempre.
    A farinha de pão(?)as vezes troco por farinha de milho(flocão, fubá)mas antes eu tempero a farinha com queijo ralado e pimenta do reino. Fica deliciosa.
    Nunca comprei peixe fresco. Falta de oportunidade.
    Sal, como sempre, quase nada.

    ResponderEliminar
  12. Uma óptima sugestão. De certeza que vou fazer uso dela.
    Tal como tu, também gosto de ter algumas coisas no congelador
    prontas a serem usadas.E esta é fácil e económica.
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  13. Nina,
    ótima ideia!!!
    Grata pela aula!!!

    abraços de MF

    PS - parecem-me tão apetitosos!!!!!

    ResponderEliminar
  14. Nunca me deu para fazer croquetes de peixe.
    Uma óptima ideia!

    Faço-os de carne.

    Aprendo , sempre que aqui venho.

    Beijos.

    ResponderEliminar
  15. hummm croquete de peixe nunca comi mas deve ser super gostoso..

    bjs rose jp

    ResponderEliminar
  16. olha só que bela maneira de seduzir as crianças a comer o peixe.
    Vou fazer, pode acreditar!
    E é tão fácil. As crianças adoram frituras (porque será?).
    E deve ficar bem cheiroso.
    Então logo adivinhou que tratava-se de uma portuguesa a minha amiga? Pois é!
    E ela existe mesmo, Dona Julia, mais velha que eu, muito simpática e alegre.
    Fazem muitos anos que mudei de cidade e não a vejo, ontem senti saudades de nossos papos gostosos.
    Beijos Nina, boa noite.

    ResponderEliminar
  17. Ótima dica, não sou muito de peixe mas pareceu-me bem apetitoso.
    Beijos

    ResponderEliminar
  18. Sound good...a different way to prepare the fish.

    Greetings

    ResponderEliminar
  19. Oi flor, te achei na blogosfera...
    Ameiii seu bloguinhooo ")

    Tô te seguindoo..

    Me visita tbm, vou adorar.
    http://lidiepaulo.blogspot.com.br/]

    Beijocas :*
    Ótima 5ª Feira ")

    ResponderEliminar
  20. looks so delicious !
    Great job ! Now I'm hunger ! :P

    ResponderEliminar
  21. Querida Nina
    Boa ideia! Também penso como tu, no que toca à pescada. Por isso, nos congelados, acabo por comprar maruca ou abrótea em vez da dita.
    Mas gostar gostar... gosto mesmo é de carapaus pequenos!
    Ah! na botinha de bebé faltava um passo: já retifiquei.
    Um beijo da
    Teresinha

    ResponderEliminar
  22. Hola Nina que súper genial idea, me encanta como se ven al final.

    Un abrazo enorme,

    Ale
    Costa Rica

    ResponderEliminar
  23. Olá Nina.
    Boa ideia. Gostei da receita.
    beijinhos grandes.

    ResponderEliminar
  24. Adorei a receita Nina, fiquei com água na boca. Beijos!

    ResponderEliminar
  25. Menina não me fale de preguiça...meu organismo não produz mais serotonina KKKKKK, e as tartarugas estão a ganhar de mim nas corridas; quando me dá um rompante aproveito e faço muitos pratos para congelar, foi a forma que encontrei para diblar a situação. Sua receita está explêndida, vou copiar é claro!
    Bjs
    Nely

    ResponderEliminar
  26. Hummmm!!!!
    Uma receita de dar agua na boca, que delicia!!!!!!!!!!
    bjsssssssssss e bom final de semana

    ResponderEliminar