domingo, 22 de junho de 2014

1136 - A minha vida no campo!




Oliveiras e laranjeiras a perder de vista.
Um cenário bem diferente daquele que a janela da cidade me oferece.
Mas a maior diferença não tem a ver com a paisagem.
O ritmo, senhores, o ritmo é que faz toda a diferença.
Isto de a meio da tarde estar esparramada num sofá escrevinhando umas linhas, isto ē qualidade de vida.
Ainda me mudo para cá!
Ainda esqueço compromissos e obrigações permitindo-me esta paz sem relógio.
Como e quanto eu gostaria de passar das palavras à ação!

Beijo
Nina

25 comentários:

  1. Sim, é isso mesmo Nina!! O ritmo!
    Queria tanto desacelerar o meu ritmo...
    Beijos

    ResponderEliminar
  2. Hola Nina querida ! Que maravilla poder pasar en el campo ,, para descansar y relajarse , que tenga una buena tarde
    Besos

    ResponderEliminar
  3. Ora ai esta uma boa e deliciosa surpresa.
    A Nina deixou o casulo, linhas e agulhas e veio apanhar ar, passear e contar.
    Assim e desta forma conheci o seu espaco e esta a maneira que mais gosto. Viaje, viaje muito!
    Beijo

    ResponderEliminar
  4. Paz, beleza, liberdade, tempo com tempo, tudo isto nesta tua magnífica foto!

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  5. Paz, beleza, liberdade, tempo com tempo, tudo isto nesta tua magnífica foto!

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  6. Já somos duas, vamos combinar e lá vamos com os trastes atrás..
    beijo e boa semana

    ResponderEliminar
  7. Olá Nina
    Não tenhas dúvidas de que há mais qualidade de vida nas pequenas cidades do interior e nas aldeias, do que nas grandes cidades. Além disso, hoje já quase todas têm uma boa Agenda Cultural. O grande problema é realmente encontrar uma boa oferta de empregos! Eu só depois da aposentação é que consegui disfrutar da paz e tranquilidade daminha aldeia de Castelo Branco, a 30 km da cidade, ou seja, a meia hora de caminho. Tu um dia também conseguirás. Bjs. Bombom

    ResponderEliminar
  8. Es un bonito lugar para descansar y recargar
    las pilas, aunque estamos acostumbrados al
    ritmo de la ciudad y pronto lo echamos de
    menos.
    Besos y feliz semana.
    Chary :)

    ResponderEliminar
  9. Nòs também tenho um refúgio assim de paz e muita tranquilidade e que vamos eu e minha família. Não é na cidade e sim no interior de São Paulo.

    Isso é muito bom.

    Bjs

    ResponderEliminar
  10. Sei bem o que isso é, maravilhaaaaaaaaaaaa!
    Bjs

    ResponderEliminar
  11. Ah, como compreendo, Nina! Também tenho esse sonho, mas depois penso que algumas coisas começavam a fazer-me falta. Tenho a sorte de morar numa cidade que não é demasiado grande, não é demasiado poluída, nem demasiado ruidosa, com tudo à mão, inclusive emprego... por isso, só em algumas (poucas) ocasiões do ano, é que posso descansar os olhos (e não só), numas vistas assim ou parecidas. O nosso país é liinnndo! :)
    Beijinhos, querida, e bom descanso!

    ResponderEliminar
  12. Tem vantagens e desvantagens...e (se pudermos)...fazemos a nossa escolha!
    Gosto muito da vida no campo...mas faz-me muita falta...o mar...a baixa portuense...(o trânsito não!)...a Foz...e o rebuliço que vejo das minhas janelas!
    Gosto da foto!

    ResponderEliminar
  13. Nossa, como eu gostaria de ir embora para o campo...

    Antes era paizinho que me segurava...médicos, laboratórios...tudo na cidade, aqui pertinho de casa.

    Agora mamys não quer mudar de jeito nenhum.

    Já sugerimos em ir para um apartamento pequeno, no interior, pois a casa é muito grande para poucos moradores, mas...ela é irredutível...então vou ficando por aqui e sonhando com o campo, como você, querida!!

    Nina, tenha uma semana repleta de luz!

    beijinhos,

    Lígia e =^.^=

    ResponderEliminar
  14. Creo que más de uno,más de una vez, ha pensado lo mismo.

    ResponderEliminar
  15. Querida amiga hoje vim te desejar uma abençoada semana.
    E para dizer que estou voltando aos pouquinho, pois a vida real está exigindo um pouquinho mais de minha atenção. Estava sentindo muitas saudades de vir aqui!
    abraço fraterno
    Maria Alice

    ResponderEliminar
  16. É mesmo qualidade de vida, nem dúvides... Adoro ir comr laranjas diretamente das laranjeiras... Acho que estou a precisar de tirar um dias assim...

    Bjxxx

    ResponderEliminar
  17. Gosto tanto quando isso acontece. Quando no esquecemos de olhar para as horas, quando o tempo parece que chega para tudo. É óptimo para recarregar baterias :)
    Boa continuação Nina e beijinhos

    ResponderEliminar
  18. a paz do campo e a vontade de a ter sempre junto...há de ser possível! até lá, boa semana! :)

    ResponderEliminar
  19. A fotografia está bastante encantadora!! Gostei da tua postagem!! Espero que recuperes rápido a internet e que tudo corra bem contigo,excelente semana!! mundomusicaldacarolina.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  20. Boa noite Nina, o campo onde o sossego e a paz estão por todo o lado! No então eu que vivi no campo os meus primeiros treze anos já não teria a capacidade de me readaptar! Apenas momentos fugazes como esses de que está a desfrutar! Boa continuação. Bjs Ailime

    ResponderEliminar
  21. É, sem duvida alguma, um lindo lugar... Eu compartilho da sua vontade de morar no campo... Por mim também moraria... Adoro essa vida sem correrias e em contato com a natureza. Beijos

    ResponderEliminar
  22. ai como queria eu uma vida assim... looooooooooooooooonge da civilização..rs. bjokas lindeza

    ResponderEliminar
  23. A imagem é linda.
    Mas gosto de vê gente. De ouvir barulho.

    ResponderEliminar
  24. Nina, gosto de qualidade de vida, mas viver no campo, campo mesmo, isso não gostava. Felizmente vivo num sitio que não sendo uma grande cidade oferece uma certa qualidade de vida. Ainda assim às vezes sinto falta do movimento de uma grande cidade. E mais depressa ia viver para a cidade grande do que para o campo. A falta de meios e de gente deixa-me triste. Beijos minha querida.

    ResponderEliminar