domingo, 10 de julho de 2016

Vila Real (Trás-os-Montes)



Toda a minha vida vivi perto do mar, umas vezes mais perto do que outras. Daí o meu fascínio e quase dependência face a esta proximidade.
O mar é lindo sempre, quer esteja manso como um lago, quer enfurecido e ameaçador.
Ocorre que, aqui no norte, nos meses de Verão, o nevoeiro matinal e a forte nortada durante a tarde, são companhia com que se deve contar.
 É assim!
 Nada a fazer!
 E continuo a fazer questão de viver perto da praia.

Neste Julho que finalmente trouxe o calor, com céu limpo (e nortada ...) dá vontade de ver como se vive mais para o interior, fugindo à influência do oceano. Foi com esse espírito que - continuando a tentar descobrir um Portugal desconhecido - rumei ao interior norte, concretamente a Vila Real.

Apenas percorridos que foram menos de 10Km, o vento desapareceu e o verdadeiro calor caiu sobre nós!

Com ar condicionado ligado, a viagem de cerca de 100Km faz-se bem, mas, alcançado o destino, percebe-se  bem o que são os Verões do interior - um forno, quase um inferno.

A cidade estava morta, adormecida e as ruas quase desertas.

Neatas condições, a melhor forma de realizar o ro teiro pela cidade é no aconchego refrigerado do carro.

Seguiu-se o almoço, uma simpática surpresa no restaurante Cais da Vila, instalado em antigas dependências da estação de caminho de ferro.



Decoração muito agradável, muito bem conseguida.

Chegando cedo, antes da chamada hora de ponta, é-se muito bem atendido, com toda a disponibilidade, quer no serviço de mesa, quer no da cozinha. Aprendi a duras penas esta enorme vantagem e, por isso, se possível procuro ser a primeira ou das primeiras clientes.

Havia serviço "à carta" e um "menu executivo", compreendendo uma entrada, um prato, uma sobremesa e água, com o custo de 12,50€.
Essa acabou por ser a escolha, uma boa escolha:


Começando com um creme de alho francês ...

... prosseguindo com carne de porco à portuguesa ( igual à alentejana, mas sem ameijoas ...)

... terminando com uma cornucópia com chantilly e fruta.
Foi muito agradável.

Não dei por mal empregue a viagem - até porque "inaugurei" o Túnel do Marão, mas, desaconselho a visita no tórrido calor transmontano.

No caminho de regresso ao Porto, revisitei Amarante, que é sempre, sempre, uma decisão acertada e de que darei notícia no próximo post.
Tenham um bom fim de domingo e que viva Portugal!



I've lived all my life near the sea, almost looking at the beach and I' m sure I couldn't live away from it.
However, I have to admit that Summer inside the country, is much warmer, no fog or north wind.
Last week I visited Vila Real and there I could felt true tropical heat.
There, I had lunch at Gare da Vila restaurant, a very nice place,  I recommend. 



Beijo
Nina

20 comentários:

  1. Viva Portugal! Oxalá! Faltam 2 Horas para começar.
    O restaurante parece bem simpático. Há anos que não como uma cornucópia. Por estes lados não aparecem. Há muitos anos visitei Vila Real. Do que vi gostei. Lembro-me da parte histórica.
    Por cá temos calor e água do mar com uma temperatura para lá de boa.
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  2. É sempre bom viajar por este nosso lindo Portugal mas há zonas do interior que são impossíveis de visitar com o calor do verão. Esse restaurante parece um local simpático com boa comida. :) Beijinhos
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  3. Eu adoro quando posso ir ver o mar, ficar sentada na areia contemplando a sua grandeza, renova as energias.
    O restaurante parece bem acolhedor.
    Um abraço.
    Sônia

    ResponderEliminar
  4. Boa noite Nina,
    Uma das cidades que mais me surpreendeu há uns anos atrás foi Vila Real. Percorri-a toda a pé ( fui no outono) e adorei a avenida central repleta de flores assim como os edificios que achei lindos. Fico feliz por uma questão sentimental que na antiga estação esteja a funcionar um restaurante com essa qualidade de serviço.
    Beijinhos e bom serão.
    Ailime

    ResponderEliminar
  5. Belas e deliciosas fotos, Vila Real é linda, Amarante
    soberba, gostei, bjs e boa semana Nina

    ResponderEliminar
  6. Fiquei muito contente por visitar a minha terra natal. O verao é um calor infernal. Deveria ir visitat sao leonardo de Galafura tem uma paisagem muito bonita para o rio douro. Patabens pela escolha

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já estive na Galafura, Carolina! Um lugar admirável.
      Beijinhos

      Eliminar
  7. Boa noite, querida Nina!
    Me apetece o cardápio todo... rs... que delíca deve ser!
    O lugar já tenho como referência de lindeza a visitar... Oxalá meu sonho se realize!
    Bjm muito fraterno

    ResponderEliminar
  8. Minha querida, bravo para nossos meninos Portugueses! Foi um jogo e tanto.Viva Portugal, amo estas delícias! Feliz semana, beijinhos

    ResponderEliminar
  9. O norte tem praias bonitas, pena que seja sempre muito ventoso!

    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  10. Nina...realmente o calor no interior é sufocante e aprender a conviver com ele...para mim...tem sido tarefa nada fácil!

    Minha filha formou_se em Bragança e Vila Real era um ponto de paragem para esticar as pernas ou um café... por isso conheço mal!

    Amarante...conheço bem pois gostava imenso de passear por ali! Dei aulas em Penafiel e fiz passeios pela zona!

    Levo a sugestão do restaurante...bj

    ResponderEliminar
  11. Nina, não te lembraste de mim?
    Pelo menos um abraço teria te dado!
    Espero que fique para a próxima!
    Beijos

    ResponderEliminar
  12. Parabéns Portugal!

    Parabéns Nina pelas belas fotos que me abriram o apetite.
    Imagino que com o calor não tenhas fotografado nada de Vila real.
    Adoro Amarante. Espero ansiosa pelas tuas fotos.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  13. Olá Nina: o mar exerce sempre um enorme fascínio sobre mim, ainda para mais sendo ilhoa. Já ouvi falar do calor tórrido do interior,mas nunca o vivenciei.
    Gostei do restaurante. Parece bem simpático.
    Bjn
    Márcia

    ResponderEliminar
  14. Belas suas fotos.
    Vila Real é muito bonita.
    Viajar é sempre muito bom.
    Bjs e boa semana, Nina

    ResponderEliminar
  15. Olá, Nina!!! Sempre me considerei quase um peixinho... amo viajar para qualquer lugar, mas o mar é sempre minha preferência. Também eu moro no interior aqui no Brasil e é um forno, rsrsrs, embora agora o inverno esteja bem agradável.
    Assim como você gosto de chegar cedo em restaurantes, aprece-me sempre estar tudo mais sossegado e fresquinho.
    Sabe como é conhecida a sobremesa da foto aqui em minha região? "Nariz sujo", kkkk, devido ao formato e recheio... mas nem por isso deixamos de saborear.
    Ótimo passeio! abraços!

    ResponderEliminar
  16. Odeio calor. Em qualquer intensidade.
    Vila Real! Vou conhecer.

    ResponderEliminar
  17. Viver perto do mar é muito bom! Eu não vivo e invejo-te, as temperaturas mais amenas e a paisagem são impagáveis.
    Mesmo assim, é sempre bom mudar de ares e visitar o interior - especialmente se a visita incluir um almoço delicioso como esse. Gostei da sobremesa, com um ar muito fresco :)

    ResponderEliminar
  18. Ah, faltava V. Real! Foi durante muitos anos a minha cidade favorita. Estudei lá e no tempo da ingenuidade/inocência acreditei que um dia iria voltar.
    Hoje, não creio que gostasse assim tanto, primeiro porque me desabituei do excessivo frio/calor, depois porque a cidade cresceu sem critério e sem ordenamento (na minha humilde opinião) e eu perdi as referências locais, deixando de me identificar com os espaços. As amizades acabaram por diluir-se no tempo e atualmente não é cidade que me desperte qualquer emoção.
    Seja como for, valerá a pena a visita, no tempo ameno. :)
    Beijinho, querida, até logo!

    ResponderEliminar
  19. Oi Nina... que delíciasss, rsrsrs e como você disse: viva Portugal, torci muito e valeu a pena... mais um lugar anotado aqui na minha caderneta para visitar em Portugal... beijinhoss!!!

    ResponderEliminar